Alex Dias e Ricardo Pelegrini abriram o 6º painel do Fórum da Liberdade que tinha como tema:  “A Educação no Futuro”.  Para Alex Dias, “o professor vai mudar do púlpito de transmissor a organizador de conteúdo”.  O debate foi realizado no dia 12 de abril de 2011 na PUCRS. A mediação ficou para o advogado Carlos Souto.

Alexandre Dias, CEO da Anhanguera Educacional, iniciou a palestra falando sobre a educação online. Ressaltou que nos EUA nunca presenciou tanta discussão sobre um novo tipo de ensino via internet. “A discussão de ter conteúdo dentro de um computador está terminando, pois a sociedade está cada vez mais interconectada”, disse.

 

Palestrantes do sexto painel do XXIV Fórum da Liberdade

De acordo com o palestrante,  as mudanças tecnológicas vão quebrar barreiras e exercer uma pressão na sociedade.  ”A tecnologia fornece um acesso democrático ao conhecimento”, ressaltou.  Quanto à crise no ensino superior, Dias não se mostrou preocupado. “As universidades não morrem, elas se readaptam”, ressaltou.

Já Ricardo Pelegrini, Presidente da IBM Brasil, trouxe dados do IBGE para contribuir à sua fala, acrescentou que quanto maior a escolaridade, maior o salário.  Segundo ele, existem 7 milhões de alunos matriculados no ensino superior.  E é preciso chegar a no mínimo 15 milhões para cobrir todas as vagas.  Apesar da educação ser importante não é a única razão para que a contratação seja feita.  “Hoje outros critérios também são utilizados na escolha de um empregado”, destacou.

“A internet é relacionamento com esperteza, liberdade e tecnologia”, disse Ricardo Pelegrini. Para ele, a internet inclui técnica oral e escrita, é tecnologia que educa e dá acessibilidade.

Topo