Ser o vencedor da 9ª Noite de Prêmios da ESPM-Sul é como ver um diamante bruto sendo lapidado. O desejo de ganhar transparecia através dos olhos de todos aqueles alunos finalistas reunidos no Teatro do Bourbon Country, no dia 23 de outubro. A já tradicional premiação tem como objetivo reconhecer e premiar os melhores trabalhos acadêmicos produzidos entre o segundo semestre de 2013 e o primeiro de 2014. A cerimônia foi conduzida pelo coordenador da Empresa Jr., Fernando Trein, e pela coordenadora de atendimento da Co.De, Paola Zanchi.


A premiação foi dividida em 30 categorias que englobavam os cursos de Administração, Design, Jornalismo, Publicidade de Propaganda e Relações Internacionais. Os finalistas foram classificados com ouro, prata, bronze e destaque especial. Segundo a coordenadora da Co.De Digital, Fabrizzia Cinel, o evento é sempre muito emocionante e gratificante por fazer os professores perceberem que o auxílio dado em sala de aula ao longos dos semestre, acaba sendo refletido no momento em que os finalistas recebem o prêmio. “Acho incrível a postura com que eles sobem ao palco, parece que naquela subida eles atingem uma maturidade instantânea e se dão conta do que estão representando”, destacou. Fabrizzia também comentou que no ano em que foi mestre de cerimônias tinha vontade de sair do palco e ir abraçar os alunos e dar parabéns, porque ela sabia o esforço que cada um tinha feito ao longo do semestre para poder estar ali.

Além de promover a entrega do cobiçado troféu em formato de estrela, o evento também proporciona uma aproximação do mercado com os alunos. Para a supervisora de marketing da Globo no Rio Grande do Sul, Rita Costa, a noite de prêmios serve como uma forma de conhecer novos talentos que possam fazer o diferencial dentro de um mercado muito competitivo. “Na hora em que eles sobem no palco, novos talentos estão sendo apontados. Viemos aqui justamente para conhecê-los, o mercado sempre está atrás de novos talentos e pessoas que tenham cabeças inovadoras”, afirmou.

Confira a galeria (fotos de Alexandra Silveira)

A emoção em ganhar o prêmio e ter seu trabalho reconhecido era tão grande, que a vencedora do ouro na categoria de texto diversional, Victória Campos, mal conseguia explicar o que estava sentindo.  “Eu nunca pensei que essa fosse a minha categoria e que eu ganharia ouro. Meu texto foi sobre a história de um usuário de crack e tive muita dificuldade de escrever sem me envolver. Nesse momento eu queria muito poder encontrar ele e dizer que esse prêmio foi para ele”, destacou.

Para o curso de Relações Internacionais, um das categorias foi “Projeto Global Júnior” que premiou Júlia Pessato, Luiza Ortigara, Carolina Pazzan e Leonardo Finkler. Os vencedores se abraçavam e comemoravam, mas não estavam acreditando que haviam ganho o prêmio. “ Receber essa estrelinha recompensa todo esforço feito ao longo do semestre, nosso trabalho era muito complexo e envolveu muita pesquisa. Ter tudo isso sendo reconhecido é inexplicável, mas muito emocionante”, contou Leonardo Finkler.  

Na premiação, o aluno que obteve as melhores notas em cada curso e está prestes a se formar, recebe a Láurea Acadêmica. No curso de Publicidade e Propaganda, a premiada foi Bárbara Carrion que estava trabalhando em São Paulo e veio à Porto Alegre para receber o troféu. “Fiz todos os esforços possíveis para estar na Noite de Prêmios, porque essa premiação é uma forma muito legal que a ESPM tem de reconhecer o trabalho dos alunos que fizeram de tudo para serem os melhores e chegarem até aqui”, reforçou.

A cerimônia foi encerrada pelo discurso do Diretor Geral da ESPM-Sul, Richard Lucht.  Ele enfatizou que a Noite de Prêmios é muito mais do que uma entrega de troféus; ela serve também como uma celebração da excelência acadêmica e do esforço de todos que podem subir ao palco e ter seus trabalhos sendo reconhecidos.

Confira a galeria (fotos de Alexandra Silveira)



Confira a reportagem da Hubnews

Topo