A fundadora do projeto de fact-checking Aos Fatos – em busca da verdade na política, Tai Nalon falou sobre a verificação de fatos na política e os desafios dos modelos de negócio em relação ao jornalismo. A palestra abriu a Semana do Jornalista na segunda, dia 04 de abril.  

O modelo de checagem de fatos na política é muito popular nos Estados Unidos, entretanto, no Brasil, o Aos Fatos é o percussor, e isso ainda gera desconfiança no grande público. Apesar das dificuldades o projeto conta com mais de 80 mil visualizações.  

A sócia-diretora do Aos Fatos compartilhou com o público as experiências e os desafios de ir na contramão da apuração tradicional. Após selecionarem uma declaração pública e analisarem sua relevância, consultam fontes originais, alternativas e oficiais, a pauta é contextualizada e por fim a declaração é classificada entre: verdadeira, falsa, imprecisa ou exagerada. “Essa fórmula nova de apuração contribui para a construção de um jornalismo crítico e todo discurso com critério importa”, comentou a jornalista.   

Tai mencionou os desafios da captação de renda do jornalismo digital. Citou que parcerias com grandes veículos podem ser vantajosas para os produtores de conteúdo. Recentemente fizeram uma apuração que acabou sendo veiculada pelo portal UOL. Além disso, projetos de financiamento coletivo e aportes de empresas e fundações nacionais e internacionais podem ser uma saída, entretanto, não são definitivas. "Apesar de termos conseguido alcançar a meta do crowndifunding, ainda não é a maneira ideal de gerar recursos para o jornalismo". 

O projeto de verificação “Aos Fatos” financiado através do crowndifunding, arrecadou ao total 32.690 mil reais.  Hoje estão se preparando para um novo financiamento, para a manutenção do projeto. 

Confira a reportagem: 



Confira a galeria de fotos:

Topo