Eric Clapton é uma lenda da guitarra. O show realizado por ele, na noite de 6 de outubro em Porto Alegre, comprovou isso. Com longos solos e uma banda afinada, o músico apresentou um pouco do seu Rock and Blues para a plateia gaúcha. Não foi um evento comum de Rock, com pessoas pulando e vestidas com a camiseta de suas bandas ou músicos favoritos. Foi o espetáculo de um grande mestre da música, que aos 66 anos, consegue provar o porquê de ter se tornado conhecido como o rei da guitarra.

A estimativa é de que quase 20 mil pessoas tenham passado pelo estacionamento da FIERGS. O mais interessante era presenciar o encontro de gerações. Pais, filhos e até netos se reuniram para parar e ouvir o músico inglês. Não havia agitação, mas cada vez que sua guitarra partia em um solo, parecia que as pessoas vidravam no palco ou nos telões, tentando eternizar aqueles momentos em suas mentes. Foi quase como curtir e homenagear ao mesmo tempo.

Estranhou-se a pouca interação da banda com o público, e Clapton, como um típico inglês, foi pontual para começar e terminar sua apresentação. Foi um show repleto de acordes inacreditáveis e hipnotizantes, ao invés de grandes hits. Mesmo assim, quando tocou Wonderful Tonight, uma versão diferente de Layla e Cocaine, o músico fez com que todos cantassem em coro.

Sua banda mostrou uma performance excelente, bem como as backing vocals Sharon White e Michelle John, que proporcionaram momentos marcantes durante as canções, sobretudo nos momentos em que o blues encontrou o rock and roll. 
Ao final, pode-se dizer que foi um show diferente, pois não apresentou a agitação comum de um concerto de rock e, também, porque trouxe uma lenda da música para a capital gaúcha.

Setlist do Show:

“Going down slow”
“Key to the highway”
“Hoochie coochie man”
"Old love”
“Tearing us apart”
“Driftin' blues”
“Nobody knows you when you're down and out”
“Lay down Sally"
“When somebody thinks you're wonderful"
“Layla"
“Badge"
“Wonderful tonight"
“Before you accuse me”
“Little queen of spades"
“Cocaine"
"Crossroads"

Topo