Os estudantes de Relações Internacionais (RI) e Administração da ESPM-Sul apresentaram, na noite de 13 de setembro, terça-feira, os trabalhos que desenvolveram ao longo dos semestres de 2016/2 e 2017/1 para profissionais do mercado. Foi a 7ª edição da Simulação da Rodada de Negociação. O evento ocorreu no Auditório do prédio C e contou com a presença de professores da escola.

Na simulação, os profissionais do mercado avaliaram os trabalhos desenvolvidos por alunos, em um formato de rodada de negociação, semelhante aos que acontecem em feiras de negócios. Uma das coordenadoras do evento, Marlise Alves Silva, explicou a motivação do projeto. “Para o RI, são duas propostas diferentes de TI (Trabalho Interdisciplinar): internacionalizar ou tropicalizar um produto. A internacionalização consiste na inserção de um produto em um mercado externo, enquanto que a tropicalização é o processo inverso, importando algo para o mercado nacional”.

Já tendo participado de outra edição da rodada, a estudante de RI, Hanna Rommel, destaca que simulação anterior conseguiu prepará-la melhor para a deste ano. “Devido a nossa maior experiência, conseguimos apresentar um projeto mais concreto, com maior viabilidade financeira. Isso possibilita que nós tenhamos uma participação mais significativa e que nosso contato com os investidores seja ainda melhor”. O seu projeto de TI foi desenvolvido juntamente com uma das franqueadas da Café Caramelo, empresa do Espírito Santo, para internacionalizar a marca no mercado dinamarquês.

Marcelo Streck, diretor da MGS Imagem e Informação, também já esteve presente em outras edições da simulação participando como um potencial investidor. Ele destaca o que mais lhe impressiona nos projetos. “O alto nível e o excelente preparo dos alunos na apresentação dos trabalhos é algo que sempre me surpreende. Eu sempre saio das rodadas com a melhor das impressões sobre a categoria, técnica e coerência dos projetos”.

Esta foi a primeira experiência de Ronald Becker na Simulação da Rodada de Negócios. Ele atua com marketing estratégico na SAP Latin America, sediada em São Leopoldo. “Como foi minha primeira participação, fiquei impressionado como os alunos conseguem fazer um trabalho bem estruturado, além da paixão que demonstram na execução do trabalho, a vontade de fazer o seu projeto acontecer”. Ronald também comenta sobre a importância da simulação. “Um evento como esse é característico da ESPM. Esta aproximação com o mercado que é proporcionada para os alunos é importante para interação e troca de ideias entre os estudantes e os profissionais”.

As alunas Jordhana Viezzer e Letícia Moreira apresentaram o projeto da Móveis Gobbi Novelle, com a proposta de internacionalização da marca para o Uruguai. As duas contam da expectativa que estavam antes do evento. “Estávamos muito ansiosas, pois a conversa com empresários e profissionais do ramo de negócios era algo que nos deixava um pouco apreensivas, já que eles em áreas que almejamos”, comenta Jordhana. Letícia também destaca que leva boas experiências da simulação. “A conversa com o mercado é o que possibilita ideias novas. O amadurecimento de poder avaliar se o negócio é viável financeiramente ou não são conselhos que os profissionais da rodada nos oferecem e ajuda. A experiência é muito válida para evoluir neste aspecto”, finaliza.


Confira a reportagem:

Topo