A 8ª semana do jornalista da ESPM-Sul iniciou na manhã do dia 2 de abril, com a palestra “O Jornalismo assistido por algoritmos: o que muda na profissão”, do jornalista e professor da ESPM-Sul. O tema foi objeto de pesquisa da sua tese de doutorado.

Apaixonado pelo assunto, Pinheiro falou também sobre o futurismo das mídias online. “Facebook é território hostil para o jornalismo”, disse o professor que explicou sobre a seleção feita pela rede para que determinadas notícias cheguem até os leitores. Essas informações vem por um novo filtro, o algoritmo. O tema foi objeto de pesquisa do seu doutorado. O palestrante trouxe questões pertinentes quanto à circulação do conteúdo com o uso de algoritmos. Conforme ele afirma, “não basta só escrever e distribuir conteúdo, tem que fazer circular, movimentar e ser propagado múltiplas vezes”.

Pinheiro explicou também sobre os chatbots, softwares que trabalham e gerenciam trocas de mensagens. Com a evolução da Inteligência Artificial, alguns oferecem características semelhantes a mentalidade humana.  O professor citou como exemplo a Mitsuku, que é considerada o melhor chatbot de conversação do mundo. O tema surpreendeu Marco Aurélio da Silva, aluno do primeiro semestre de Jornalismo: “acredito que seja interessante ver o jornalismo de outra maneira e também analisar questões preocupantes como o chatbot, que tem cada vez mais alcance”.




Topo