Está em cartaz até 3 de julho, no Espaço Cultural ESPM-Sul, a exposição Ponto de não retorno, de Elaine Tedesco e Klaus Eisenlohr. A mostra traz recortes da produção realizada em paralelo pelos artistas, desde 2015, na Alemanha e no Brasil.

 

O artista visual alemão Klaus Eisenlohr propõe ao observador a reflexão sobre os discursos de iconografia espacial e as relações das pessoas com o espaço urbano. Em seu projeto, o autor se interessa pelas mudanças urbanas e seu uso em potencial.

Já Elaine Tedesco é artista plástica com produção em fotografia, instalação e videoperformance. Com uma proposta diferente, a artista exibe as séries Vanitas no jardim, onde registra o apagamento das imagens já exibidas no jardim de sua casa e Das ações com a câmera, processo em que retoma suas investigações com a sobreposição de imagens.

Confira a reportagem:



Topo