Como foco a comunicação social para melhorar a imagem do Exército na mídia, o 1º Simpósio de Comunicação Social do Comando Militar do Sul trouxe o subcomandante da operação Arcanjo VI, Luiz Alfredo Mendes dos Santos. A operação teve como propósito a pacificação do Complexo do Alemão e Penha.

Santos mostrou o plano conjunto do Exército na operação através das mídias, entre elas, a sincronia nos meios de comunicação, com a ajuda de Rene Silva Santos, Editor Chefe da ONG Voz da Comunidade, gerando acompanhamento da operação em redes sociais. A abordagem positiva do Exército em relação a imprensa também foi destaque, com 360 exposições de mídia escrita e 140 na mídia televisionada.

O Exército teve também uma abordagem local com o Complexo do Alemão e Penha através de relações públicas, trazendo às pessoas atividades culturais, como visitas ao teatro e ao zoológico. De acordo com Santos, a comunicação social é o multiplicador de poder no combate, “Nós queremos transmitir transparência para a mídia e assim atingir a comunidade. Não adianta a polícia chegar lá e a comunidade não colaborar”, apontou.

O ex-subcomandante também trouxe para reflexão o dilema encontrado na operação, atuar como Exército, agir no Complexo com cautela e saber agir perante criminosos e cidadãos. Ressaltando um controle sistemático maior das tropas em relação à polícia, que apresenta somente grupos de duas pessoas, o Exército costuma agir com uma fração constituída de grupos de 40, 80 e 160 soldados.
Topo