A 23ª edição do Animextreme reuniu durante os dias 16, 17 e 18 de outubro pessoas de todas as idades no Centro de Eventos da FIERGS.

Entre as principais atrações do Animextreme estão as salas temáticas: estandes organizados por fã-clubes que expõem objetos de coleção, realizam apresentações, reproduzem cenários e vendem objetos temáticos.

Entre as histórias de fundação dos fã-clubes, de longe se destaca a trajetória do fã-clube da saga Harry Potter, “Herdeiros de Sonserina”. A fundadora e coordenadora do clube, Gladis Morel, contou como tudo começou. Sua filha, com quem lia os livros, se apaixonou pela história a ensinou a gostar também. As duas decidiram procurar pessoas que compartilhassem dessa mesma paixão, mas se depararam a realidade de que no Rio Grande do Sul não havia muitos eventos com os fãs da saga. Assim, mãe e filha criaram o fã-clube “Herdeiros de Sonserina”, no ano de 2009. O grupo logo conseguiu convênio com a Livraria Saraiva, onde é realizado um encontro mensal, participações em eventos multitemáticos e literários, como a Feira do Livro de Porto Alegre e a Odisseia de Literatura Fantástica, além de realizar eventos próprios como as Olimpíadas Mágicas e o Baile de Inverno. “O incrível é que a gente tem público de todas as idades. Desde crianças e adolescentes que acompanham a saga até casais e famílias em que todos são fãs de Harry Potter”, contou Gladis.

Uma das salas temáticas mais tradicionais do evento, dedicada à animação “Os Cavaleiros do Zodíaco”, também possui uma história peculiar. O fã-clube que a organiza surgiu em meio a conversas e tardes de jogos entre amigos. A partir disso, o que seria o futuro fundador e colaborador do fã-clube, Gabriel Cunha, teve a ideia de reunir mais pessoas e investir em programas como esses que fazia em casa. A paixão pela animação levou “Os Cavaleiros dos Pampas” a se expandir, ganhando uma legião de colaboradores e reconhecimento em todo Estado. No estande da animação, havia venda de objetos temáticos, reprodução de cenários, cosplayers e atividades com público que visitava a feira. “A gente organiza tudo isso porque gosta. Queremos divertir as pessoas e nos divertir”, explicou o fundador que hoje investe não só nas salas do evento, mas também em volgs, apresentações e encontros de fãs.

A estudante Luana Silva, 18 anos, contou que uma sala temática foi o que a levou a visitar o Animextreme com dez anos de idade e desde então, participa de todas as edições do evento. A estudante caracterizada da personagem Yuno, de The Future Diary, relatou que o evento já lhe proporcionou muitas experiências marcantes após tantos anos de participação. Ela destaca como favorito o ano em que conheceu o dublador do personagem principal da série de animação japonesa “Naruto”. “Eu vivi coisas incríveis e fiz muitas amizades que compartilham dos mesmos gostos que eu”, contou a estudante.
Topo