Matheus Velazquez (esquerda) e Marcelo Farina (direita).

O grande trabalho desenvolvido na prática jornalística e no entendimento do marketing, aliados com o forte empenho em programas de pesquisa, como o PIC e o TCC, constroem a qualidade do curso de Jornalismo da ESPM-Sul. Isso ficou evidente com a conquista de dois ex-alunos do curso, Marcelo Farina e Matheus Velazquez, em vagas importantes de Mestrado no Brasil e na Europa.

Marcelo Farina é o nosso fanático por mídia esportiva, que trabalhou todo o seu TCC nessa área, e agora se prepara para começar o Mestrado em Produtos Midiáticos - Jornalismo e Entretenimento. A feliz união da afinidade com textos e o interesse pelo campo esportivo o direcionou ao universo acadêmico, que não se limitou ao Programa de Iniciação Científica (PIC), realizado ainda enquanto aluno na ESPM-Sul.
Farina viverá sua segunda experiência com o jornalismo agora na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo, mas não abandona o que foi enraizado na Escola. “Minha orientadora do PIC e do TCC, Janine Lucht, me incentivou bastante a seguir a área acadêmica, agregando conhecimentos e acreditando no meu TCC. O meu desempenho final no TCC com nota dez na banca foi um dos desafios decisivos na opção pelo mestrado.”.
Foi analisando a coerência da opinião dos comentaristas esportivos que Farina descobriu a autoridade de um currículo com especialização e conteúdo. O aluno com participação efetiva em sala de aula almeja se aprofundar cada vez mais no mundo acadêmico, como aprendiz e também como mestre.
“A importância do entretenimento dentro do Jornalismo tende a fortalecer a interação entre veículos de comunicação, no entanto, é fundamental que se impunham limites nessa dosagem de entretenimento para que se conserve a credibilidade jornalística. O jornalismo esportivo, objeto de meus trabalhos de pesquisa, se encaixa nessa perspectiva, já que é uma editoria que cobre um contexto de diversão e descontração da sociedade, mas a responsabilidade com a precisão informativa não pode ser deixada em segundo plano”

Farina não é o único da turma dos formandos 2016/01 que teve seus méritos reconhecidos no mês de agosto.
Questionado sobre o tipo de aluno que fora na faculdade, Matheus Velazquez se definiu “analítico”. A personalidade crítica foi determinante na conquista do recém formado em jornalismo, que no segundo semestre de 2016 viu seus méritos serem valorizados ao ser aprovado no Mestrado em Marketing da Universidade de Coimbra, em Portugal.
O apelo ao Marketing é um legado da ESPM, que com seu incentivo na formação de um currículo voltado aos negócios, inspirou o jornalista. “Marketing nos possibilita ter outra visão da produção de conteúdos jornalísticos, o que nos permite entender melhor o cliente e, dessa forma, produzir um conteúdo mais atrativo.”. Nessa corrente mercadológica, de “necessidades + desejos = satisfação”, entendemos porque o interesse em esporte, economia, política e direito levou Matheus até o jornalismo.
Ele aprendeu que os resultados aparecem para aqueles que têm foco, e é consciente de que a aprovação no Mestrado é apenas o começo do embarque nesse voo, que só tende a alcançar altitudes mais elevadas.
“Marketing nos obriga a deixar de pensar apenas nos nossos interesses e passa a pensar nas necessidades e desejos do público, uma vez que buscamos a satisfação deles, para que dessa forma eles retornem e acabam consumindo mais conteúdo”
Topo